VARANDA

Fazer chover não é assim tão fácil

Um dia farei as vezes de um canário
e com a viola no saco
cantarei em outra freguesia

Daí pensei numa pedra
e na diferença inexistente entre nós

Vou sentar na varanda e ouvir o sabiá
para entender como é que se constrói
um sonho

Comentários

Postagens mais visitadas